Eduardo Jorge prepara greve de fome…

Eduardo Jorge, 52 anos, vive em Concavada, concelho de Abrantes, e a partir das 18h00 de segunda-feira, 7 de Outubro, promete que estará em frente à Assembleia da República onde dará início a uma greve de fome, aquela que diz ser, neste momento, a sua “única ferramenta” para lutar por uma vida independente e para ter direito a fazer escolhas.
Foi um acidente de carro, em 1991, que o deixou tetraplégico. Há mais de duas décadas dependente de terceiros, não se resigna às desigualdades e injustiças da sociedade e está determinado em lutar pelo direito a ter uma vida independente.
Entre as soluções possíveis defende os débitos directos das verbas que o Estado reserva para as intuições, uma forma de garantir a liberdade de cada um comandar as suas vidas. “Se existisse emprego também não seria necessário disponibilizar essa verba”, garante.

Notícia completa na edição semanal de O MIRANTE.

Comments are closed.